Bananas desenvolvidas e recomendadas pela Embrapa são testadas na África

Bananas desenvolvidas e recomendadas pela Embrapa são testadas na África

banana-cacho-aromaTreze cultivares desenvolvidas pelo Programa de Melhoramento Genético de Bananas e Plátanos da Embrapa foram enviadas para a África, especificamente para a Nigéria e Uganda, maiores produtores de bananas e plátanos daquele continente. O líder do programa, Edson Perito Amorim, pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA), explica que o Instituto Internacional de Agricultura Tropical (IITA) vai avaliar desempenho agronômico e aceitabilidade das cultivares nos dois países, em quatro ambientes distintos: “Essa é a primeira iniciativa da Embrapa, de forma coordenada e articulada, visando ampliar a adoção das suas cultivares de banana além-mar”.

A ação faz parte do projeto aprovado na Plataforma África-Brasil Marketplace, que tem como objetivo fomentar o desenvolvimento dos países africanos por meio do apoio técnico-científico da Embrapa. Como contrapartida desse projeto a Embrapa vai receber 33 genótipos de plátanos que serão avaliados para uma série de características agronômicas e sensoriais nos principais polos produtores brasileiros, em especial na Bahia e Pernambuco, assim como na região Norte do Brasil. De acordo com Amorim, o objetivo dessas avaliações é avaliar a adaptabilidade dos genótipos e identificar pelo menos um com potencial de recomendação aos agricultores brasileiros. Essas informações também serão utilizadas pelo programa de melhoramento de plátanos (bananas tipo Terra) da Embrapa para a definição de parentais para cruzamentos visando desenvolver novas cultivares de plátanos.

Vários países africanos, entre os quais Uganda e Nigéria, têm nas bananas e nos plátanos a sua base alimentar. O perfil de produção deles é um pouco diferente do perfil brasileiro. “Normalmente as plantações de bananas ficam bem próximas das comunidades. Existem cultivos tecnificados, claro, mas queremos trabalhar com produtores que vendem para consumo local dos tipos Prata e Maçã”, explica Amorim.

As cultivares atualmente em uso têm sido, de acordo com o pesquisador, acometidas pela Sigatoka-negra e pelo mal-do-Panamá, as principais doenças da cultura em todo o mundo. “Por apresentarem resistência às Sigatokas e ao mal-do-Panamá, de forma isolada ou em conjunto, nossas cultivares têm potencial de adoção nesses países. Além da resistência, são rústicas, o que facilita o cultivo em áreas onde o uso de tecnologia ainda é incipiente, como é o caso da África”, afirma.

Avaliação participativa
As bananas tipo Prata e Maçã são importantes para a Uganda e para a Nigéria e lá recebem outros nomes. Por isso, entre as variedades enviadas, estão a BRS Platina, BRS Princesa, BRS Tropical, BRS Garantida, BRS Caprichosa, BRS Preciosa e BRS Pacovan Ken. “Todos os híbridos que são produtos de cruzamento e foram registrados e lançados pela Embrapa estão nessa lista, além de mais alguns genótipos identificados por mutações naturais como a Prata Anã, a Pacovan e a Thap Maeo”, salienta Amorim.

O IITA, que tem base em Uganda e várias estações de pesquisa, recebeu 30 cópias in vitro de cada cultivar e vai multiplicar esses materiais em maior número para instalar unidades de demonstração ou de observação em quatro locais diferentes na Uganda e na Nigéria, sempre em regiões de produção – parte em fazendas e parte em estações de pesquisa. “O trabalho será mais forte nas estações porque vai permitir maior rigor no acompanhamento. Vai ser uma avaliação participativa. O IITA vai fazer a divulgação e os produtores vão ser convidados a visitar essas áreas e degustar frutos e produtos processados, pois lá não somente se consome in natura, mas também processam como fritura, cozimento etc., e opinar sobre as variedades”, afirma Amorim.

O planejamento é que sejam realizados pelo menos dois ou três ciclos de produção, ou seja, deve-se levar de três a cinco anos para conseguir uma tomada de decisão ou recomendação de variedades, avaliando-se ainda a questão de mercado.

A Embrapa não disponibilizou para teste na África cultivares de plátanos porque as pesquisas em melhoramento foram iniciadas em 2010, a partir da caracterização da coleção mantida em Cruz das Almas. “Cruzamentos estão em andamento nos campos experimentais da Embrapa e futuramente será possível disponibilizar aos agricultores uma nova opção de cultivar com porte baixo, boa produtividade e resistência às principais pragas e doenças da cultura, em especial a Sigatoka-negra e os nematoides”, espera o pesquisador.

Fonte: Embrapa Mandioca e Fruticultura

Vitaminas nas frutas, verduras, legumes e grãos!

Vitaminas nas frutas, verduras, legumes e grãos!

Fique por dentro das vitaminas encontradas nas frutas, verduras, legumes e grãos e faça o possível para que seus pequenos comam alguns destes todos os dias garantindo assim uma alimentação saudável e nutritiva!

Frutas

Abacate: Betacaroteno, vitaminas A, B, C, D, E, proteínas, cálcio, magnésio, fósforo, ferro, potássio. Tem alto teor de gordura.

Abacaxi: Betacaroteno, vitaminas A, B, C, potássio, magnésio, fósforo, cálcio, ferro. Rico em fibras.

Ameixa: uma boa fonte de vitamina C, assim como o potássio, riboflavina e outras vitaminas do complexo B

Banana: Vitaminas A, B C, ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre, iodo, enxofre, manganês, carboidratos.

Goiaba: Vitamina C, cálcio, potássio, magnésio, fósforo.

Laranja: Vitaminas A, B C, cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, sódio..

Maçã: Betacaroteno, vitaminas A, B, C, proteínas, sódio, enxofre, ferro, sílico, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, cloro. Rica em fibras

Mamão: Betacaroteno, vitaminas A, B, C, cálcio, magnésio, fósforo, potássio. Rica em fibras.

Manga: Betacaroteno, vitaminas A, B, C, magnésio, fósforo, potássio, sódio, cálcio, ferro, manganês, selênio, zinco.

Morango: Betacaroteno, vitaminas A, B, C, magnésio, fósforo, ferro, potássio, sódio.

Pêra: Vitaminas A, B, C, E, proteínas, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, ferro, carboidratos, fibras.

Tangerina: Também chamada de mexerica, bergamota, mandarina e laranja-cravo, a tangerina é uma boa fonte de vitamina C, beta-caroteno e potássio. Contém também pectina, uma fibra solúvel.

Legumes, Verduras, Grãos

Abobrinha: composta de aproximadamente 94% de água. É um dos vegetais com menores taxas calóricas, uma xícara dela crua e fatiada possui menos de 20 calorias. É, ainda, uma boa fonte de vitaminas A, C e folato.

Agrião: É uma boa fonte de beta-caroteno e vitamina C, além de uma boa fonte de cálcio, ferro e potássio. Rico em antioxidantes.

Batata: Boa fonte de vitaminas C e B6, potássio e outros minerais e amido.

Beterraba: boa fonte de folato e vitamina C, além de possuir poucas calorias. Suas folhas, partes mais nutritivas do vegetal, ricas em potássio, cálcio, ferro, beta-caroteno e vitamina C podem ser cozidas e servidas como o espinafre. Não é fonte de ferro

Brócolis: excelente fonte de vitamina C e boa fonte de vitamina A e folato, além de ter quantidades significativas de proteínas, cálcio, e outros sais minerais. Rico em bioflavonóides e com alto teor de fibras.

Chuchu: embora considerada por muitos como legume, o chuchu é uma fruta. Apesar do gosto pouco marcante, apresenta importantes propriedades: além do alto teor de fibras, é uma importante fonte de minerais como ferro, magnésio, potássio, fósforo e cálcio.

Couve-flor: Excelente fonte de vitamina C, a couve-flor é também boa fonte de potássio e folato. Recomendada para dietas alimentares, possui poucas calorias e muitas fibras.

Couve-manteiga: excelente fonte de beta-caroteno e vitaminas C e E, ácido fólico, cálcio, ferro e potássio. Contém bioflavonóides.

Ervilha: Além do alto teor de proteínas, as ervilhas frescas são uma boa fonte de pectina e outras fibras solúveis, que ajudam a controlar os níveis do colesterol no sangue.

Feijão: Os feijões contém mais proteína que qualquer outro alimento de origem vegetal, são boas fontes de amido, vitaminas do complexo B, ferro, potássio, zinco e outros minerais essenciais. São ricos em fibra solúvel.

Inhame: rico em amido, beta-caroteno, vitaminas C e do complexo B. Contém, ainda, cálcio, fósforo e ferro.

Mandioca: excelente fonte de carboidratos, cálcio e fósforo. Possui também boa quantidade de vitamina C.

Pepino: tem baixo teor de calorias, pois é constituído de aproximadamente 95% de água. Boa fonte de fibras, possui pequenas quantidades de vitamina C e folato.

Pimentão: excelente fonte, pouco calórica, de vitaminas A e C. Aqueles de cores fortes possuem alto teor de bioflavonóides (pigmentos vegetais que ajudam a prevenir contra o câncer), de ácidos fenólicos (inibem a formação de nitrosaminas cancerígenas) e de esterol vegetal (precursor da vitamina D que parece proteger contra o câncer).

Tomate: consumido cru ou cozido, contém poucas calorias. Boa fonte de vitamina A e C, folato e potássio. Também contém licopeno.

Soja: A soja é uma das plantas mais nutritivas e versáteis. É uma boa fonte vegetal de proteína e ferro, de vitamina B, cálcio, potássio, zinco e outros minerais.

Fonte: www.clinicalen.com.br

Beneficios das Frutas

1255435387_fruta2_48626c0e12a5b1-300x225Seja no verão, seja no inverno, elas são ótimas! Seja no suco, seja na salada, as frutas são deliciosas e tem importância medicinal, o seu consumo diário faz muito bem à saúde, afinal, elas são poderosas fontes de vitaminas importantes que o corpo necessita!

As frutas são excelentes opções para uma alimentação rica e saudável, assim como os vegetais, elas são ricas em vitaminas, minerais, fibras alimentares e demais substâncias importantes que ajudam a prevenir doenças. Muitas frutas são exclentes aliadas para dietas, mas é preciso saber dosar, tudo que é consumido em excesso, engorda, portanto fique atento aos exageros. Uma alimentação rica em frutas traz somente benefícios, pois muitas frutas tem o poder de combater doenças e devolver a saúde do corpo, garantindo assim, um bom funcionamento do organismo.

Read More

Confira os benefícios das frutas de outono

Confira os benefícios das frutas de outono

foto_homeO outono chegou e trouxe a safra de muitas frutas. Abacate, banana, caqui, coco, goiaba entre outras iguarias naturais são encontradas mais frescas e, normalmente, com preços menores.

A abundância da estação é um incentivo a mais para o consumo desses alimentos, que colaboram, e muito, com a saúde. “De modo geral, as frutas são ricas em vitaminas e sais minerais, essenciais para o organismo. Também fornecem fibras, importantes para regular o intestino”, afirma a nutricionista Sonia Trecco, chefe do Serviço de Atendimento Ambulatorial do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Read More

É demais!

É demais!

601685_252619601551190_1535810428_nAlém de ter poucas calorias, o morango é rico em substâncias como o fósforo, que melhora a resistência do organismo, e fibras, que ajudam o intestino a funcionar bem. Mas seu forte é a vitamina C: 10 morangos médios têm 70 miligramas, mais do que há em uma laranja. A vitamina C deixa nosso sistema imunológico forte, afastando doenças.

Delicioso

Dificilmente alguém não gosta de morango. Afinal, seu sabor é a combinação perfeita entre o doce e o ácido e sua cor é linda. O vermelho mostra que ele tem antioxidantes, que protegem as células do corpo e não deixam que elas se danifiquem com o passar do tempo.

Read More

Benefícios e propriedades do mamão papaia

Benefícios e propriedades do mamão papaia

384445_253899091423241_1690495246_nO mamão papaia possui um alto conteúdo de betacarotenos e vitamina C, que ajuda a diminuir a deterioração das artérias, reduzir as doenças coronárias.
Esta fruta também tem um efeito cicatrizante e se emprega em casos de úlceras gástricas. É muito efetiva em casos de insuficiência cardíaca.
A Organização Mundial da Saúde nos últimos anos tem promovido o consumo de alimentos ricos em vitaminas antioxidantes A, C e E. O mamão ocupa um dos primeiros lugares neste aspecto.

Fruta laxante, especialmente se comer com as sementes.
É muito similar ao melão.

Read More

Termina disputa entre Estados Unidos e Brasil sobre taxas de suco de laranja

Termina disputa entre Estados Unidos e Brasil sobre taxas de suco de laranja

orange

Medida protecionista baseada em sobretaxas fazia o produto brasileiro chegar mais caro ao mercado norte-americano

Agência Brasil

Terminou hoje (19) a disputa entre os governos brasileiro e norte-americano em relação às exportações de suco de laranja do Brasil para os Estados Unidos. As autoridades comerciais do Brasil comunicaram, há uma semana, à Organização Mundial do Comércio (OMC) o fim do impasse que estava sendo travado no âmbito da organização internacional, desde 2009, quando o governo brasileiro identificou a prática de zeroing pelas autoridades norte-americanas.

Read More

Café faz bem para o coração

Café faz bem para o coração

Concept of love and coffee

Cafezinho traz benefícios para a saúde, afirmam médicos, entre eles o doutor Drauzio Varell

Saboroso, quentinho, cheiroso, adocicado ou natural, o cafezinho nosso de cada dia além de agradar ao paladar e ao olfato [por que não?] também faz bem para a saúde, especialmente a do coração. É o que mostram estudos e afirmam médicos. “Dizer que o café faz mal é mito, a bebida não traz malefícios, ao contrário, traz benefícios para a saúde”, diz o doutor Drauzio Varella, médico cancerologista formado pela Universidade de São Paulo (USP).

Read More